Ações do Projeto

AÇÕES DE CONSERVAÇÃO

As ações concretas de conservação do Life-Relict pretendem melhorar o estado de conservação e a função ecológica das relíquias da Laurissilva Continental. Com a implementação destas ações de conservação, prevê-se aumentar a área de ocorrência do habitat através do restauro de áreas adjacentes favoráveis, diminuir o impacto das principais ameaças à sua conservação e demonstrar metodologias e abordagens inovadoras para a correta gestão.

AÇÃO C1 – Recolha e Propagação de Material Vegetativo

Esta ação pretende recolher e propagar o material vegetal necessário ao incremento e melhoria do estado de conservação das áreas de habitat alvo do projeto Life-Relict e servirão para a correta execução das ações seguintes de conservação, nomeadamente C2, C3, C4, C5 e C7. Neste sentido, irão ser recolhidas sementes de plantas autóctones caracteristicas destas comunidades de Relíquias da Laurissilva Continental em todas as áreas de intervenção do projeto.

AÇÃO C2 – Melhoria do Estado de Conservação das Áreas Efetivas de Azereiros 

Nesta ação serão executadas várias medidas de gestão, divididas em sub-ações que pretendem melhorar o estado de conservação das manchas já existentes de Azereirais (Prunus lusitanica subsp. lusitanicapertencentes ao habitat 5230*.  Este conjunto de intervenções no terreno irão permitir o melhoramento do estado de conservação do habitat alvo de conservação do Life-Relict e, simultâneamente, irão reduzir o risco de incêndio sendo esta uma das maiores ameaças que o habitat enfrenta atualmente.

Sub-ação C2.1 Recuperação dos Caudais de Alimentação do Núcleo de Azereiros

Sub-ação C2.2 Controlo Seletivo da Vegetação

Sub-ação C2.3 Melhoria da Estrutura do Habitat

 

AÇÃO C3 – Melhoria do estado de conservação das áreas efetivas de Adelfeiras 

Nesta ação serão executadas várias medidas de gestão, divididas em sub-ações, que pretendem melhorar o estado de conservação das manchas já existentes de Adelfeirais, (Rhododendron ponticum subsp. baeticum) pertencentes ao habitat 5230*. Este conjunto de intervenções no terreno irão permitir o melhoramento do estado de conservação do habitat alvo de conservação do Life-Relict e, simultâneamente, irão reduzir o risco de incêndio sendo esta uma das maiores ameaças que o habitat enfrenta atualmente.

Sub-ação C3.1 Controlo seletivo da vegetação

Sub-ação C3.2 Melhoria da estrutura do habitat, através de plantações dirigidas

 

AÇÃO C4 – Incremento da área de habitat de Azereiros

Através de um conjunto de sub-ações, pretende-se expandir significativamente as áreas de ocorrência de azereiro, fomentando o seu restabelecimento nas áreas potenciais de ocorrência natural. Esta ação permitirá incrementar a área efetiva de ocorrência do habitat 5230*, que segundo o 3º Relatório Nacional de Aplicação da Diretiva Habitats (2007-2012) é “desfavorável” em Portugal. Do ponto de vista da conservação, esta medida é importante para as comunidades de P. lusitanica, devido à fragmentação, fraca representatividade e estado de degradação em que se encontram atualmente na Península Ibérica, com reduzidas possibilidades de expansão.

Sub-ação C4.1 Controlo seletivo da vegetação

Sub-ação C4.2 Plantações dirigidas

Sub-ação C4.3 Controlo das espécies exóticas não invasoras

 

AÇÃO C5 – Incremento da área de habitat de Adelfeiras

À semelhança da ação C4, esta ação pretende-se expandir significativamente as áreas de ocorrência de Adelfeiras, fomentando o seu restabelecimento nas áreas potenciais de ocorrência, através de um conjunto de sub-ações. Esta ação permitirá incrementar a área efetiva de ocorrência do habitat 5230*, que segundo o 3º Relatório Nacional de Aplicação da Diretiva Habitats (2007-2012) é “desfavorável” em Portugal. Do ponto de vista da conservação, esta medida é especialmente importante para as comunidades de R. ponticum uma vez que, como referido no capítulo das ameaças, se encontram em risco devido à alarmante incapacidade de instalação de plantas de origem seminal.

Sub-ação C5.1 Controlo seletivo da vegetação

Sub-ação C5.2 Plantações dirigidas

Sub-ação C5.3 Controlo das espécies exóticas não invasoras

AÇÃO C6 – Controlo de espécies exóticas invasoras

Em algumas áreas de intervenção do projeto verifica-se a presença de uma superfície onde ocorrem duas espécies com grande poder invasor, nomeadamente, a Acacia dealbata e a Hakea sericea. Dada a ameaça que estes núcleos constituem para a preservação do habitat 5230*, esta ação pretende implementar medidas de controlo destas espécies exóticas invasoras.

AÇÃO C7 – Diminuição do risco de incêndio

Esta ação possibilitará a redução do risco e velocidade de propagação de incêndios florestais nas áreas adjacentes aos núcleos do Habitat, reduzindo a probabilidade dos mesmos serem alcançados, através de um conjunto de sub-ações. Serão adotadas medidas que fomentem a compartimentação da paisagem e a criação de áreas tampão. Para isso serão melhoradas e incrementadas comunidades vegetais de folhosas que, como é reconhecido, retardam a propagação do fogo. Para alcançar este objetivo serão beneficiadas as áreas envolventes ao habitat através das seguintes sub-ações:

Sub-ação C7.1 Recuperação e limpeza de caminhos de acesso à área de estudo

Sub-ação C7.2 Controlo seletivo da vegetação

Sub-ação C7.3 Plantações dirigidas

Sub-ação C7.4 Controlo das espécies exóticas não invasoras

Sub-ação C7.5 Melhoria do Souto existente

 

AÇÕES DE MONITORIZAÇÃO

As ações de monitorização do Life-Relict são fundamentais para o bom funcionamento do projeto pois permite avaliar o impacto das ações de conservação e sensibilização, assim como encontrar erros passíveis de serem corrigidos ao longo do projeto.

AÇÃO D1 – Monitorização e avaliação das ações “C” do projeto

Será avaliada a eficácia das ações de projeto através da sua monitorização desde a pré-implementação até ao seu final.

AÇÃO D2 – Monitorização do impacto socioeconómico

Esta ação permitirá conhecer melhor socioeconomicamente os territórios onde se enquadra o habitat 5230*, através de uma análise integrada e holística tendo sempre em vista a avaliação do impacte na conservação do habitat no futuro. Por outro lado, é ainda imprescindível monitorizar o impacte efectivo das ações de sensibilização e educação ambiental na população portuguesa.

AÇÃO D3 – Monitorização do impacto do projeto na função dos ecossistemas

Nesta ação será avaliada e monitorizada a função dos ecossistemas dentro das áreas de intervenção do projeto.

AÇÃO D4 – Monitorização do custo/eficiência das ações do projeto

Nesta ação pretende-se fazer uma avaliação e ponderação entre os custos e a eficiência das principais ações deste projeto, ou seja, das ações concretas de conservação. Esta permitirá comparar os custos totais das ações com o total dos benefícios auferidos, assim como detectar e sinalizar comportamentos que tornem os trabalhos de gestão mais eficientes.

AÇÃO D5 – Monitorização e avaliação dos indicadores de performance do projeto

Esta é uma ação que pretende monitorizar e avaliar uma série de indicadores de performance das ações implementadas. É uma ação de extrema importância, pois contribui, de forma clara e direta, para a avaliação global do impacto deste projeto, tanto ao nível da conservação da natureza, como ao nível social e económico.

 

 

AÇÕES DE SENSIBILIZAÇÃO

AÇÃO E1 – Divulgação do projeto ao público em geral

Esta ação, dividida em várias sub-ações, visa divulgar o Life-Relict, bem como os habitats e a RN2000, ao público em geral. Esta ação é extremamente importante, uma vez que permitirá sensibilizar as populações locais, visitantes e todos os interessados em matérias do ambiente, para a necessidade de preservação deste habitat, contribuindo indiretamente para a sua preservação futura. Espera-se que esta ação permite mudar comportamentos sociais e minimizar algumas das ameaças a eles associados (como o risco de incêndio, recolha indevida de exemplares, entre outros).

Sub-ação E1.1 Produção e manutenção de página Web e página no Facebook

Sub-ação E1.2 Instalação de painéis informativos sobre o projeto

Sub-ação E1.3 Execução do Relatório para leigos (Layman’s report)

 

AÇÃO E2 – Comunicação e turismo de natureza

Esta ação contempla a divulgação do projeto e o fomento do ecoturismo. Assim, as várias atividades darão a conhecer a importância da conservação deste tipo de vegetação, aumentando a sensibilização social para a necessidade da sua preservação e do valor histórico e natural que representam. Este conhecimento é fundamental para incutir na sociedade um papel protetor dos seus valores naturais e sentimento de pertença. Também pretende contribuir para a criação de estruturas e materiais de apoio ao turismo de natureza, indispensável para o desenvolvimento socioeconómico sustentável destas regiões interiores.

Sub-ação E2.1 Produção de Panfletos informativos

Sub-ação E2.2 Criação de duas exposições itinerantes

Sub-ação E2.3 Implementação de dois percursos interpretativos

Sub-ação E2.4 Implementação de reportagens sobre o projeto

Sub-ação E2.5 Ações de divulgação na aldeia da Cabeça, no evento Aldeia Natal

 

AÇÃO E3 – Sensibilização e educação ambiental

A informação correta e a sensibilização da população para a conservação deste património natural é fundamental para a sua preservação futura. Neste sentido, o Life-Relict prevê o desenvolvimento de ações dirigidas tanto à comunidade escolar dos concelhos alvo, como à população local.

Sub-ação E3.1 Ações de educação ambiental nas escolas

Sub-ação E3.2 Implementação de um concurso escolar

Sub-ação E3.3 Sessões de sensibilização e esclarecimento local

Sub-ação E3.4 Ações de plantações com voluntários

 

AÇÃO E4 – Divulgação científica do projeto

A divulgação científica do projeto é fundamental e mesmo imprescindível para a divulgação das metodologias utilizadas e dos resultados obtidos pelo que esta ação pretende desenvolver várias atividades que irão promover a divulgação científica do projeto.

Sub-ação E4.1 Organização de 3 seminários de divulgação do projeto

Sub-ação E4.2 Organização de 4 jornadas técnicas sobre a gestão do habitat-alvo, dirigidos aos stakeholders locais e a estudantes universitários

Sub-ação E4.3 Representação em seminários e congressos nacionais ou internacionais

Sub-ação E4.4 Promoção de palestras

Sub-ação E4.5 Produção de um Guia de Campo

 

AÇÃO E5 – Esforços de replicação e ações em rede com outros projetos

Nesta ação pretende-se estabelecer contactos quer com outros projetos nacionais ou internacionais, quer com entidades que possam vir a ter interesse na replicação das medidas de gestão validada no decorrer do presente projeto.

Sub-ação E5.1 Estabelecer uma rede de contactos com outros projetos

Sub-ação E5.2 Esforços de replicação