Ações de Conservação

Gestão das áreas ardidas de azereiral na Mata da Margaraça

No passado dia 19 de Abril, a equipa do projeto LIFE-RELICT deu início aos trabalhos de recuperação da área de azereiral mais afetada pelo fogo de Outubro de 2017, na Mata da Margaraça.
A equipa de Sapadores do Município de Seia cortou pela base todos os exemplares arbóreos que apresentavam a totalidade da copa ardida, procedendo-se depois à desramação dessas árvores e à deposição dos troncos e ramos nas encostas perpendicularmente à linha de maior declive, evitando o arrastamento de troncos por forma a não agravar a erosão.
O trabalho foi dificultado pela densidade do material vegetal ardido, mas também pelo declive pronuncido das encostas. Contudo, a larga experiência dos sapadores do Município de Seia foi crucial para o bom desenvolvimento dos trabalhos.
As intervenções foram feitas de forma cautelosa e conservadora para assegurar uma melhor recuperação da vegetação arbórea do local.