Ações de Sensibilização

A ação E1 apresenta a média de execução das respetivas sub-ações.

O presente site está online desde Março 2018, com informações em português e em inglês. Aqui podem encontrar notícias, publicações, informações sobre o progresso do Projeto, fotografias, entre muitos outros artigos de interesse. Globalmente, existem cerca de 32 artigos e 45 páginas com informação disponível. Desde o seu lançamento até Agosto de 2021, o nosso site teve 168 265 visualizações.

O mesmo acontece com a página do Facebook (www.facebook.com/Life-Relict), que desde o seu início (fevereiro 2018) conta com cerca de 1 171 “gostos” sendo que existem cerca de 1 238 seguidores. 

Apesar de termos alcançado o objetivo principal nesta Sub-ação, o site e a página do Facebook estarão em constante atualização.

 

Os painéis informativos sobre o projeto estão implementados no terreno.  Assim, pode encontrar dois painéis na serra da Estrela (um em Cabeça e outro em Casal do Rei), um painel na Mata da Margaraça e um painel na Foia, serra de Monchique.

As versões digitais dos painéis podem ser descarregadas na página dos materiais de divulgação.

 

Esta sub-ação ainda não começou mas espera-se que comece muito em breve uma vez que está prevista o seu término em Março de 2022.

 

A ação E2 apresenta a média de execução das respetivas sub-ações.

Os folhetos informativos estão impressos em Português e Inglês. De notar que estes folhetos têm um formato muito original, pois, além de uma parte informativa sobre o projeto, possuem também postal de correio. Espera-se assim que sejam enviados para amigos e familiares dos recetores destes folhetos e, consequentemente, aumentar a abrangência das pessoas sensibilizadas para a importância da conservação das Relíquias da Laurissilva Continental.

As versões digitais dos folhetos podem ser descarregadas na página dos materiais de divulgação.

Estão previstas 2 exposições itinerantes, uma sobre o Azereiral e outra sobre o Adelfeiral sendo que cada uma é composta por 5 roll-ups. O objetivo é faze-las circular por locais estratégicos dentro das várias áreas de intervenção do projeto, de forma a alcançar a população local bem como todas as partes interessadas e, desta forma, contribuir para a sensibilização sobre a gestão e conservação das Relíquias da Laurissilva Continental.

A exposição itinerante de Monchique está concluída e já em uso.

No sentido de aumentar a motivação, aptidão e cooperação da população local e das autoridades regionais para a preservação das relíquias da Laurissilva e, simultaneamente promover o turismo de natureza, foi planeado implementar dois pequenos percursos interpretativos, um em Cabeça, Seia e outro na Foia, Monchique.

Em Agosto de 2021, a Rota das Adelfeiras, na Serra de Monchique já se encontrava em pleno funcionamento com sinalização no terreno, marcação de pontos de interesse, painéis informativos, folhetos e um audioguia. A implementação desta pequena rota contou com a colaboração da Associação Almargem, entidade coordenadora da Via Algarviana.

Para mais informações clique em Trilhos Pedestres.

 

Vários têm sido os esforços feitos pela equipa do Projeto para disseminar notícias pela comunicação social portuguesa. A tabela seguida mostra os indicadores alcançados até ao final de Agosto de 2021.

 

 

 

 

 

 

Para conhecer em detalhe as notícias sobre o nosso projeto, por favor, veja a página da Imprensa.

Desde o inicio do projeto que promovemos o Life-Relict no evento “Cabeça, Vila Natal ”, na vila de Cabeça.

Em 2017, montamos uma exposição em que os visitantes puderam aprender sobre o Projeto e a importância da conservação de habitats sendo que a organização estimou que 15.000 pessoas visitaram “Cabeça, Aldeia Natal”.

Em 2018 e 2019 organizou-se várias visitas interpretativas à floresta de Prunus lusitanica. As atividades consistiram em uma caminhada pequena (3 km) nos arredores de Cabeça e fazia parte do programa “Aldeia Natal”. Ainda em 2019, promoveu-se um magusto no forno comunitário da aldeia.

Em 2020, devido à pandemia mundial, não foi possível efetuar ações de sensibilização presenciais.

Pode consultar aqui as notícias com imagens sobre as ações de divulgação em 2017, 2018 e 2019.

 

A ação E3 apresenta a média de execução das respetivas sub-ações.

Até ao final de Agosto 2021,  cerca de 160 estudantes das escolas de Monchique e cerca de 164 alunos do Centro Escolar de Seia já tiveram a oportunidade de conhecer o habitat-alvo do Projeto bem com as caraterísticas da espécies.

O parceiro do Projeto CMSeia criou para o Life-Relict, um projeto educativo que se chama “Da árvore para a floresta” sendo este direcionado ao ensino primário e as atividades incluem várias sessões no CISE (Centro de Interpretação da Serra da Estrela) ao longo da vigência do Projeto e uma visita à área de intervenção no final de cada ano letivo.

Já em Monchique, foi desenvolvido um plano de atividades de educação ambiental, que pode ser consultado AQUI.

 

Pode consultar aqui algumas notícias com imagens sobre as ações de educação ambiental em Monchique e Seia.

O concurso escolar vai ser implementado nas escolas de Monchique e Seia no ano letivo de 2021-2022.

Esta ação não está a decorrer dentro do planeado devido aos constrangimentos causados pela pandemia mundial do Covid-19 durante o ano de 2020 e 2021.

Além das duas sessões já efetuadas em Cabeça, ainda fizemos uma sessão extra, fora das áreas de intervenção do projeto, mais propriamente na Vila de Orvalho.

Veja AQUI a notícia sobre o assunto.

 

 

A 1ª ação de plantação com voluntários decorreu no final do ano de 2019, em Cabeça, Seia. 

Clique nas imagens para ampliar

 

 

 

Foram ainda realizadas outras plantações com voluntários que não estavam previstas no projeto, em áreas específicas (áreas da ação C7) e com o objetivo de reduzir o risco de incêndio.  Estas plantações resultaram das sinergias que o Município de Monchique tem com os stakeholders locais.

Entretanto, começou a pandemia mundial pelo covid-19 e deixámos de poder fazer mais ações de plantações com voluntários. Caso ainda seja possível, iremos tentar realizar mais algumas no outono de 2021.

A ação E4 apresenta a média de execução das respetivas sub-ações.


Dos três seminários de divulgação científica planeados em candidatura, já foram realizados dois:

O III seminário está a ser planeado para 2022 e realizar-se-á em Seia. Em breve daremos mais notícias.

Das quatro jornadas técnicas planeadas em candidatura, já foram realizadas três:

Pode consultar aqui as notícias com imagens sobre as Jornadas Técnicas de 2018, 2019 e 2020.

 

 

 

 

 

 

Até Agosto de 2021, estivemos presentes em cerca de 22 eventos, entre eles, seminários e congressos nacionais e internacionais. Em suma, apresentámos 35 comunicações orais e 4 posters para um público estimado de cerca de 1797 pessoas da comunidade científica.

Pode consultar aqui as comunicação efetuadas : Comunicações

 

Até ao final de Agosto 2021 foram realizadas 25 palestras para cerca de 446 alunos universitários.

Conheça algumas das notícias sobre este tema AQUI .

 

 

A produção de um guia de campo é de extrema importância para a divulgação do conhecimento das espécies, do habitat e dos valores naturais das áreas de intervenção do Life-Relict. Para uma correta e digna divulgação são precisas fotografias de qualidade pelo que já se iniciou a compilação de todas as imagens já recolhidas e a planificação da recolha das imagens em falta.

Espera-se que até ao final de março 2022 esteja impresso.

A ação E5 apresenta a média de execução das respetivas sub-ações.

Esta ação está a decorrer como planeado.

Até ao final de Agosto de 2021, vários foram os contactos feitos pela equipa do Life-Relict com outros projetos LIFE, nomeadamente:

Ação em contínuo progresso até ao final do Projeto.

Foram efetuados contatos com os Municípios que albergam as comunidades-alvo do Life-Relict de forma a oferecer apoio técnico-científico para a correta gestão e consequente, replicação das ações C’s do Projeto.

Até ao final de Agosto 2021, quatro municípios, nomeadamente, Mação, Pampilhosa,  Oleiros e Proença-a-Nova, demonstraram interesse e iniciaram alguns trabalhos. Adicionalmente, o ICNF replicou algumas ações C’s na Mata da Margaraça (fora da área de intervenção do Life-Relict).

Adicionalmente, assinou-se um protocolo de colaboração com o GEOTA em 2020 e para saber mais clique AQUI .

 


Para mais informações sobre outras ações, por favor, clique nas seguintes imagens: